quinta-feira, 28 de junho de 2012

Challenge accepted - Quarto das visitas

Tendo em conta o estado assustador do escritório aqui de casa, o facto de a cozinha, também, ir dar muito trabalho, ataquei o quarto das visitas, primeiro (em vez do quarto das crianças). Sei que estou atrasada, mas o destralhamento está a assoberbar-me, à medida que  me aproximo dos locais mais difíceis. Assoberbada, mas não derrotista. Por isso, me aguardem!

O quarto das visitas é, muito, raramente, utilizado por pessoas, por isso, parece que passou a ser o repositório da roupa por dobrar, entre outras coisas.

As fotos do antes:

 Monte de roupa em cima da cama, à espera que eu perca a preguiça e ganhe vergonha :-)

 Vista mais aproximada da coisa: até o Bé resolveu investigar!

 Mais roupa, sapatos (falta o tal sítio definitivo para os guardar. Estes são novos, nunca usados, por isso estão em cima do cadeirão) e um quadro para pendurar (ainda não sei bem onde)

Escrivaninha: um dia, quero pintá-la de branco.


Fotos depois:


 Muito mais clean! Ainda não está como eu quero: debaixo da cama, ainda há muita tralha e, apesar de adorar o padrão das almofadas, acho que tenho que as tornar mais pequenas.

 Sapatos estão, temporariamente, debaixo do roupeiro. 
Agora, mais arrumado. Aquela pseudo-mesinha vai ter que ser substituída por algo. É isso ou dar-lhe uma pintura (na realidade, é uma cadeira sem as costas)

O saco que ali estava foi para outro local. Não foi destralhar, mas passar a batata quente para outro dia.
Ao menos, este quarto ficou apresentável.

E, assim, já se pode circular sem medo ou vergonha na entrada, corredor e despensa, casa-de-banho, sala, meu quarto e quarto das visitas.
Já só falta a cozinha (a próxima vítima) e o famigerado escritório (socorro!).


domingo, 24 de junho de 2012

Challenge accepted - entrada e corredor

O corredor não tem nada para destralhar. Acho-o muito estreito para ter mobiliário, por isso, só quadros nas paredes e dois elementos decorativos no chão (apenas, para disfarçar os estragos feitos pelos gatitos). Quanto à entrada, estava a precisar de uma pequena arrumação.

Antes:

 Vista do corredor para a entrada: camas dos gatos a precisarem de ser aspiradas, mesa de apoio à entrada cheia de tralha em cima e com sapatos apoiados em baixo (quero comprar um móvel para fazer de sapateira, mas vou falar disso mais à frente) e mais elementos decorativos (também, para disfarçar estragos feitos pelos gatos... ai...ai... a minha vida, ou melhor, a minha casa)

 Vista da sala para a entrada: comida que aguarda ser arrumada há uns largos dias e um arranhador que ainda não foi, totalmente, montado (espera por isso há meses).

 Vista mais aproximada da mesa de entrada, cheia de tralha (nota: o espelho foi comprado para tapar a feia porta do quadro da luz: é uma porta branca encardida de plástico... feia!), mas gosto do resultado

 Lá está uma das camas dos bichos cá de casa. Em frente, duas velas e um vaso com pout-pourri (só estão no chão, porque o rodapé está num estado lastimoso)

Vista da entrada para o corredor: impossível destralhar, para já.


Depois:

 Caminhas dos gatos aspiradas e um pouco menos de tralha.

 Comida dos gatos arrumada na despensa e arranhador, finalmente, completo

 Mesinha com menos tralha (arrumei cartas que estavam no respectivo suporte, algumas desde 2002). Os sapatos estão, temporariamente na despensa (tenho mesmo de arranjar-lhes uma solução definitiva)

 Mais uma vista das camas e daquelas coisas temporárias no chão...

Não gosto dos elementos decorativos no chão, mas enquanto não houver uma renovação desse mesmo chão, terão de ficar por ali.

______

Quanto à entrada, preciso de comprar um móvel que faça de sapateira. A mesa que lá está é, claramente, insuficiente para as necessidades.

Confesso que não gosto de sapateiras; prefiro uma cómoda e arrumar os sapatos nas gavetas (não tenho muitos sapatos: 6 pares de sapatos, 2 pares de chinelos de quarto e 4 ou 5 pares de havaianas).
O espaço não é muito: 35 a 40/45 cm de profundidade, 80 a 90 cm de largura e 100 cm de altura.
Prefiro o branco, para cor, porque o espaço é pequeno e não tem luz directa.
Estive no site do Ikea e vi algumas opções. 
O que vos parece?
Têm outras sugestões?



Challenge accepted - a sala

A sala... o local onde passo mais tempo cá em casa (a ver televisão, a ler/escrever blogues, a descansar) ... o local onde recebo os amigos... mas, um local demasiado desarrumado, para meu gosto!

Livros, papéis, sapatos, almofadas, sacos... tudo espalhado por esta sala... Se eu tivesse adoptado o método "desarruma-arruma", não tinha chegado a este estado, mas, muitas vezes, a preguiça fala muito mais alto, tão alto que me ensurdece. A partir de agora, não lhe vou dar ouvidos: a sala está tão mais confortável e bonita, se bem que não perfeita!

Fotos e comentários do antes...

 Desorganização total... confusão visual

 Papéis no chão e na mesa, demasiadas almofadas, manta dos gatos, sofá sem capa...

 Almofadas no chão, fios, papéis, móvel sobrecarregado de tralha...

 Este era o aspecto do chão: como o candeeiro e o computador partilhavam a mesma extensão, tinha de ficar assim :-(

 Mais confusão visual. é impossível descansar neste ambiente!

 A mesa da sala cheia de papelada, presentes recebidos, envelopes com livros para enviar a Bookcrossers (daí a balança: para pesar os livros e saber quanto vai custar o envio)... o gatinho não faz parte da decoração, mas, como faz parte do coração, pode estar onde ele quiser, quando ele quiser!

 O aparador, com demasiados elementos decorativos, flores já murchas, e o espelho com decoração de Natal que achei giro para decoração permanente, mas da qual já me fartei

A mesa de apoio ao sofá (que precisa de ser recuperada: acheia-a na rua, mas é cor-de-rosa e o tampo está todo cheio de pinturas infantis) cheia de tralha. No chão, uma montanha de folhas de rascunho provenientes do recente destralhamento da pós-graduação (tudo o que tenho em formato digital, desfiz-me em formato papel) e o "franjinhas"


Agora, as fotos do depois... tão diferente!

 Fora com a desorganização e com a confusão visual: tudo no seu lugar.
Em cima da mesa, dentro da capa roxa, está o computador. Confesso que, raramente, estará assim arrumadinho; na maior parte do tempo, estará em funcionamento, com alguns cabos dependurados.

 Sofá já com a capa e com menos almofadas. O candeeiro de pé passou para o lado do sofá (onde faz mais falta) e, assim, já não haverá fios pelo meio do chão da sala)

 Menos elementos decorativos

 Mais arrumação e organização: mais harmonia

 Mesa da sala só com o essencial: o elemento decorativo central. Os presentes foram arrumados, os livros para o Bookcrossing estão num saco para viajarem rumo aos CTT e, depois, às suas novas casas, a balança está no armário da cozinha onde pertence, o gato está no chão, refastelado, ao sol...

 Mais uma vez, foram diminuídos os elementos decorativos. As flores foram para o lixo e as decorações de Natal aguardam que chegue a sua época de verem a luz do dia

O "franjinhas" foi arrumado na despensa, onde mora. O papel de rascunho foi para o armazém, que, cá em casa, significa o escritório (nem quero pensar quando chegar a altura de o destralhar)

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Challenge accepted - a casa-de-banho

Hoje, foi a vez da casa-de-banho que já tinha sido alvo de destralhamento há umas semanas dentro do móvel: havia uma panóplia de coisas dentro daquele móvel... ufa! 
Desta feita, foi a vez de destralhar por fora, que bem precisava, pois mais parecia um armazém que uma casa-de-banho.

Aqui, vão as fotos e comentários do antes:

Toalha pendurada na porta para secar e argola do cortinado fora do sítio, há meses.

Monte de roupa vindo do quarto (já não cabia na tulha) e toda uma panóplia de cremes e afins a entulhar o lavatório.

 O móvel precisa de uma arrumação, mas não está muito mal.

 Ui... o que para aqui vai: brinquedos dos gatos que precisam ser lavados, detergentes, cremes exfoliantes, velas e flores secas, pano de limpeza, pá da areia dos gatos e garrafa para colocar dentro do autoclismo (está aqui há meses...).

 Produtos de higiene de banho e uma touca de banho bolorenta que nunca foi usada.

Tudo e mais qualquer coisa: areia dos gatos (o caixote dos gatos está na casa-de-banho), ambientador (que não utilizo), garrafões (onde coloco a água que corre na banheira até a mesma aquecer - reaproveitamento de água), garrafão de lixívia, vassoura...)


Agora, o depois. Nota-se a diferença?

 Toalha saíu da porta e argola do cortinado enfiada no sítio certo.

 Roupa foi para lavar e superfície do lavatório mais arejada: só ficou o sabonete liquído e a escova e pasta de dentes.

 O que estava em cima do lavatório foi arrumado no móvel, mesmo o que uso diariamente (está ali tudo à mão, mas não ganha pó nem empecilha quando estou nas limpezas). O móvel foi arrumado (ainda não está perfeito).

 Toalha de banho no sítio e tudo arrumado: só ficou o que é utilizado com frequência.

 A touca foi para o lixo e o resto ficou um pouco mais arrumado (nota: os cortinados estão sempre fechados; só abri para as fotos)

Muito mais singelo: garrafões estão no nicho ao lado da sanita (não se vê), areia dos gatos está na despensa, assim como a lixívia e a vassoura, o ambientador foi para o lixo, assim como outro que não se via nas fotos, daqueles que se colam à parece e que, há anos, tinha a carga gasta.

Confesso que sinto muito mais prazer em entrar e viver nas duas áreas destralhadas. Estão tão mais bonitas e agradáveis!