terça-feira, 12 de julho de 2005

Incertezas...

Oiço passos...
Será um mar de solidão ou cheio de gente?
Será a pressa?
Será a calma?
A morte ou a vida,
o branco ou o preto?

Oiço passos...
É ele que vem ou vai?
Vai embora
da minha vida
para sempre,
ou só até amanhã?
Vem ter comigo,
dar-me um abraço,
um beijo,
um carinho,
para sempre,
ou só agora?

Oiço passos...
São ruidosos
Mas, perto ou longe?
Aqui ou lá?
Agora ou nunca?

Oiço passos...
Rápidos ou lentos?
A correr, marchar ou a pular?

Oiço passos.
Mas, não sei defini-los,
não sei de quem são,
de onde vêm
(ou) o que significam.
Mas, oiço-os, claramente,
distintamente.
Vão ou vêm;
se vêm, será que ficam?

04/03/97 - 19:20


Sem comentários: