sábado, 10 de agosto de 2013

Summer cleaning - a caixa das receitas

Para além do carrinho dos livros de receitas na cozinha, tenho (ou melhor, tinha) uma caixa cheia (a abarrotar, melhor dizendo) de receitas (folhas soltas, fascículos e revistas).
 

O processo para destralhar foi o seguinte:
- retirar tudo de dentro da caixa e separar por revistas, fascículos e folhas soltas;
- comecei pelas folhas soltas: olhei para cada uma delas (centenas) e escolhi o que achei interessante (algo que eu achasse que iria cozinhar ou de que gostasse do aspecto). Separei e/ou recortei o que fui achando que se encaixava;
- depois, os fascículos (tudo colecções incompletas), com o mesmo critério (não analisei receita a receita, fui pelo aspecto geral, pelo título do fascículo);
- de seguida, as revistas (que, também, não analisei receita a receita, fiz como nos fascículos);
- por fim, a organização das receitas soltas e dos fascículos em pastas de arquivo, o que levou a uma nova análise e a novo destralhamento.


Para além de muita coisa desinteressante, também, havia receitas interessantes, mas que sei que nunca iria cozinhar na vida (quer pela complexidade, pela dificuldade de encontrar os ingredientes quer pela falta de oportunidade para cozinhar para quem apreciasse esse tipo de comida), encontrei, também, receitas duplicadas (não só receitas duplicadas, mas todo um fascículo ou revista). É o que dá ir guardando tudo sem analisar, primeiro!

No fim, fiquei com 1 pasta de arquivo e meia de receitas (1 com fascículos e meia com folhas soltas) e várias revistas.
Não fiquei, totalmente, satisfeita, mas, foi um óptimo trabalho: 8 kgs de destralhamento! A maioria foi para a reciclagem (Papel por Alimentos, do Banco Alimentar, como habitual) e algumas revistas e fascículos foram dados, via Freecycle!

Foi tudo para uma prateleira do armário do escritório e a caixa ficou vazia!


Sem comentários: