sábado, 6 de outubro de 2012

10 sinais que explicam porque não temos mais dinheiro

Por sugestão da Rita fui ler o artigo da Francine Jay, intitulado 10 signs you're not as rich as you could be. Para além de ler o artigo, que achei muito interessante, fiz o exercício, por forma a concluir se os 10 sinais se aplicam a mim, à minha vida.
Concluí que, apenas, se verificam 3 dos 10 sinais e que um nem conta; por isso, aplicam-se 2 dos sinais. Assim, posso dizer que sou o mais rica que posso ser, o que é triste... ;-)

Senão, vejamos:
1 - são poucas as roupas que tem o tal do designer logo. Se vir bem, nenhuma das peças de roupa ou acessórios é de designer, com excepção do perfume.
2 - não tenho nenhum armazém (com excepção dos quartos extra cá em casa e a arrecadação em casa da minha mãe; mas, estes, não têm qualquer custo monetário).
3 - confere: a minha casa tem mais quartos que pessoas, mas temos de ter em conta que tenho dois gatos... heheh.. Agora, a sério: na zona onde resido, qualquer casa com menos assoalhadas iria custar muito mais que a minha. Por isso, este é o sinal que se confirma, mas que não conta.
4 - só bebo água da torneira quando estou em casa e no trabalho.
5 - é muito raro ir à manicure; aliás, acho que só fui 4 ou 5 vezes, em toda a minha vida.
6 - confere: tenho resmas e resmas de canais por cabo. Sinceramente, ando a pensar em mudar o tarifário, pois gasto muito dinheiro, por mês, em televisão e internet.
7 - o meu carro é lindo e maravilhoso, mas comprei o que estava e está dentro das minhas posses, em termos de aquisição e manutenção. Tem quase 6 anos e porta-se que nem um campeão!
8 - confere: o meu frigorífico e despensa estão, quase sempre, vazios; mas, ando a tentar resolver isso.
9 - acho que nem pus pés num centro comercial no último mês e se pus foi para acompanhar alguém.
10 - não tenho cartão de crédito, nunca tive e nunca vou ter. Nunca contraí créditos para pagar seja o que for, com excepção da minha casa.

Parece-me bem, apesar de poder mudar em dois aspectos (televisão por cabo e frigorífico com comidinha).

Agora, se, com todos estes sinais de poupança (e outros que nem são, aqui, mencionados), tenho o dinheiro que deveria ter e tendo em conta que, para o ano, os impostos vão ser tramados, estou bem lixada. Ninguém enriquece a trabalhar, é o que é!

2 comentários:

Anónimo disse...

A realidade deles nao e comparavel à nossa ;) nos somos pobres pelo pais que temos (raras excepçoes de pessoas que gastam mais do que tem) e nao porque se tem o que eles tem ou esta nessa lista!
Ca gasta se mais nos carros novos que se compra, casas acima dos valores possiveis de pagar, shoppings cheios, roupa e mais roupa sem ser precisa, cafe (pequeno almoço no cafe, lanche no cafe etc)... e pessoas como se calhar tu e eu que nao fazem nada destas coisas, somos pobres porque o ordenado e pequeno demais neste pais, e as coisas caras demais!!

Beijinhos
Andreia

Santiagando disse...

É verdade... é uma realidade bem diferente...