sexta-feira, 20 de março de 2009

As 3 mentiras... - resposta

Bem, está chegada a hora da revelação. Para os curiosos que nada disseram, os que tentaram a sorte, mas que não estiveram nem perto e para o totalista, aqui fica toda a verdade:

1) narrei uma peça de teatro, em que, também colaborei na escrita e nos ensaios - Verdade - andava na escola preparatória, quando eu e mais umas amigas, decidimos apresentar um espectáculo para a festa de fim de período. Primeiro, preparámos uma dança que foi aprovada, Mas, depois, numa brincadeira de recreio, inventámos uma peça de teatro. Ensaiámos, arranjámos o guarda-roupa e representámos para a escola, no refeitório, sendo uma série de mesas alinhadas, o palco. Ainda me lembro de algumas situações: no fim da peça, eu, a narradora, deveria voltar a entrar para dizer algo como "Foram felizes para sempre" e levei um pontapé na cara ao subir para o palco (o princípe rodopiava a princesa nos seus braços e eu levei uma sapatada). Tudo acabou bem e não faltaram aplausos!

2) quando estive no Egipto, ofereceram camelos em minha troca - Verdade - ao princípio, nem percebi bem, pois julgava que se estavam só a referir à minha companheira de viagem, loura e de olhos verdes. Mas, depois, frisaram que a oferta era para as duas. Brincadeira do nosso guia Ahmed.

3) escrevi uma letra de uma canção e cantei-a em público- Verdade - numa visita de estudo, na primária (não me recordo em que ano), escrevi uma canção para um menino de quem eu gostava (a minha primeira paixão - esta não foi correspondida: comecei mal... lol). Como era altura de, quem quisesse, se aproximar do microfone para cantar, contar uma história ou uma anedota, eu ganhei coragem e fui cantar. Coragem é a palavra certa: não porque me declarei, publicamente (acho que isso não ficou claro), mas porque a minha voz está muito longe da do rouxinol. Ainda me lembro de quase toda a letra...

4) como animais de estimação apenas tive/tenho gatos - Mentira - actualmente, dois gatos lindos fazem-me companhia (a Pipa e o Bé), mas, o meu primeiro animal de estimação foi um cão (o Bobby, claro!). Tive, também, em casa, um pássaro (canário ou piriquito, não sei bem).

5) no exame de código, errei a resposta a uma pergunta - Verdade - por mais que me custe admitir, errei uma. Pronto, não sou perfeita... confesso! Mas, passei, à primeira, tanto no código como na condução, fazendo jus a toda a minha vida académica!

6) a primeira vez que vi neve, ao vivo, tinha 28 anos - Mentira - pois é, meus caros, aqui a vossa amiga, nunca viu neve na vida... e já lá vão mais que 28 anos... lol...

7) tenho mais de duzentos livros (sem contar com os escolares, que ainda guardo) - Verdade - não sei quantos são, mas são bem mais que 200 (quando tiver o número certo, se bem que nunca definitivo, divulgá-lo-ei!)

8) a minha cor preferida é o verde, a cor do meu Sporting - Mentira - a minha cor preferida é o azul... azul... azul... Gosto tanto desta cor e não vos consigo explicar porquê!
Apesar da parte do verde ser mentira, a parte do Sporting não é: sou mesmo Sportinguista, apesar dos 12-1!

9) participei num rally-paper e fiquei em 2º lugar - Verdade - participei num único rally paper em toda a minha vida e fiquei, logo, em 2º lugar. Há que acrescentar que o outro participante era o meu pai, o que ajuda a explicar, em grande parte, o resultado obtido.
Tenho muita pena de nunca mais ter tido oportunidade de repetir a experiência, pois adorei!


3 comentários:

Batista disse...

Não é por nada mas acho que acertei numas quantas ! :) Essa coisa e teres cantado a uma paixão, qual rouxinol, pagava para ter visto ! lol

Santiagando disse...

Ó pá... eu tinha uns 6 ou 7 anos... não sabia nada da vida (não é que agora saiba muito mais, mas pelo menos sei que é proibido e perigoso eu cantar em público!)

Batista disse...

Não acredito! É como te digo...pagava para ver essa tua visão acerca do que é a vida :) lol e 6 ou 7 anos, já é alguma coisa !! hehe