sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Formigando...

Conversa de um dia desta semana, ao almoço: formigas!

- "Quando era pequena, ficava horas a admirar os carreiros de formigas."

- "E, ainda hoje, quando passo por um caminho que tenha formigueiros, faço um grande esforço para não destruir nenhum enquanto passo".

- "Experimenta matar uma. Todas as outras, mesmo estando afastadas, começam numa algazarra, porque se apercebem que algo se passou, que, ali, há um obstáculo."

- "Elas entendem-se de alguma forma."

- "E o peso que elas conseguem transportar? É não sei quantas vezes superior ao próprio peso!"

- "E quando não conseguem sozinhas, é vê-las, em grupo, a trabalhar, coordenadamente, para transportar a comida."

Depois deste longo excerto da conversa, duas questões se impõem (ou não, ou mais...):
1) O que raio vai na cabeça de 4 pessoas adultas para terem esta conversa?
2) Será que só há formigas gajas? É que sempre se falou no feminino: elas, elas, elas...

Para o caso de haver alguém interessado, aqui vão algumas curiosidades sobre formigas:
- levanta 50 vezes o seu peso
- conhecem-se cerca de 18 mil espécies de formigas
- vivem em colónias e dividem-se em castas (formigas rainhas, formigas machos e formigas fêmeas estéreis)
-não existe uma liderança pré-definida: a formiga rainha é a reprodutora e não a controlodora
- as formigas não dormem: diminuem o metabolismo, para poderem descansar e trabalham por turnos

1 comentário:

Batista disse...

Depois de todas as peripécias, é bom estar de volta ao teu cantinho!

Mesmo que para ler uma dissertação sobre a existência das formigas! :) Vou estar atento!