sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

I just call to say...

- (...), boa tarde.
-Boa tarde. Fala (...), da empresa (...). É possível falar com o responsável pelas telecomunicações?
- Qual é o assunto?
- Estamos a divulgar as nossas soluções e a agendar a visita de um comercial.
- De momento, não está ninguém disponível. O melhor é enviar um email.
- Já enviámos. Costumamos enviar informação sobre os nossos produtos.
- Assim, o melhor é telefonar da parte da tarde.
- E qual é o nome da pessoa responsável?
- Se ligar da parte da tarde e, se a pessoa responsável pretende falar consigo, passarei a chamada.
- Mas, não me pode dizer o nome da pessoa responsável?
- Como não sei se estão interessados, prefiro não divulgar.
- Mas, posso falar com a pessoa responsável?
- De momento, não está ninguém. Se ligar da parte da tarde e, se estiverem interessados, passarei a chamada.
- E se ligar à tarde, poderei falar com a pessoa responsável?
- Se estiverem interessados, passarei a chamada.
- Mas, poderei falar?
- Não sei! Vai ligar, eu pergunto à pessoa responsável pela área se pretende falar consigo. Se sim, passarei a chamada. Não lhe posso dizer, agora, se irão estar interessados.
- Pois, julgo que não me estou a fazer entender. Já percebi o que me está a dizer. Talvez não me esteja a explicar bem. E, assim, não vamos chegar a lado nenhum. Bom dia e obrigada.
- Bom dia.

Eu acho que quem não se estava a fazer entender era eu: "I'm not a mind reader".
Devia era ter dito que nem valia a pena ligar, pois nem iriam querer falar com ele. Enfim...

Honra lhe seja feita: foi sempre muito educado.


2 comentários:

Batista disse...

Isto de lidar com gente educada é um mundo à parte!

A pessoa está, com toda a certeza, a querer fazer passar-nos por parolos, mas aquele "obrigado" no final da conversa de surdos é tão reconfortante!

Quase tão reconfortante como ter do outro lado alguém que compreende a problemática das novas tecnologias e insiste em acreditar que "eu não recebi mail nenhum...mas sabe, nós aqui, os mails que vêm de Lisboa demoram sempre um pouco mais".

Torna, ou não, o nosso dia mais feliz? Pois claro!

restolho disse...

Os meus dias têm, sempre, momentos de felicidades quando atendo telefonemas destes... é algo que não dá para explicar, só passando por eles.. heheh...